Posted by: kohlerortofacial | June 27, 2013

Cefaléias tensionais matutinas ligadas ao apertamento noturno dos dentes

image001Como você costuma acordar pela manhã ? De bem com a vida, confortável para bem vivenciar novo dia ? Ou com dores de cabeça, as famosas cefaléias tensionais, que fazem com que a sensação que se tenha é de estar começando muito mal o dia?

Quando isto acontece – desconforto ao acordar, com dores de cabeça tensionais, sentidas principalmente a partir dos músculos temporais (nas têmporas) – o que poderá ter ocorrido durante a noite? Por que você costuma levantar desconfortado e sem vontade de curtir o novo dia em todas as suas nuances de bem-estar e de uma ótima qualidade de vida.

De uma coisa tenha certeza, você certamente – para levantar desta forma desagradável e desconfortada – passou boa parte (ou até todo o tempo) de seu sono apertando os dentes. Aliás, o bruxismo – que também é considerado (além do ronco, apneia e outros fatores) um distúrbio do sono – costuma ser muito comum na população, principalmente adulta, e já pode ser melhor qualificado e quantificado pelo exame chamado polissonografia (PSG), que é feito em laboratórios do sono.

O bruxismo noturno é um dos inúmeros distúrbios do sono já classificados pela Medicina do Sono. O excesso de atividade da musculatura mastigatória – segundo o professor de pós-graduação (em membro da Associação Brasileira de Sono) Gerson Köhler – é uma das inúmeras (chega a centenas) de causas de dores de cabeça (cefaléias) que incomodam as pessoas.

Segundo o especialista, docente de pós-graduação convidado da UFPR desde 1988, o bruxismo noturno – que nos adultos, diferentemente das crianças, costuma ser silencioso – está ligado aos microdespertares (não conscientes) que ocorrem em função das apneias e hipopneias obstrutivas durante o período de sono. A cada microdespertar registrado pela PSG (polissonografia) corresponde um aumento exacerbado da função da musculatura mastigatória e – claro – um apertamento dos dentes, sendo estes, reféns desta situação de excesso de força muscular.

Estes apertamentos repetitivos da musculatura mastigatória (RMMA na sigla em inglês) aumentam sobremaneira o tônus da musculatura mastigatória, principalmente dos músculos masseteres e temporais (sim, os músculos temporais – nas têmporas – participam de todos os movimentos que a boca faz, são ‘músculos da mastigação’)

E os músculos temporais tensos, são uma das causas – enfatiza Juarez Köhler, da Köhler Interdisciplinar – da geração de cefaléias (dores de cabeça) tensionais, percebidas de forma desconfortante ao acordar, pela manhã.

Isto está bem claro no recente artigo da renomada revista científica CEPHALALGIA, publicada pela International Headache Society neste ano de 2013. A revista em questão traz a terceira – e atualizada – classificação internacional das cefaléias. Lá está bem claro –e a edição da revista científica é agora de 2013 – no item 11, a cefaleia gerada, entre outras, pela ação inadequada (da força excessiva) exercida pelos músculos que comandam os movimentos da boca. E tudo isto pode esta associado também, aos distúrbios de ATMs (articulações temporomandibulares, que estão ao lado dos ouvidos) que se instalam ou (quando já existentes) se acentuam em decorrência da excessiva força da musculatura mastigatória.

Enfim, acrescenta Juarez Köhler – membro especialista da equipe Köhler Interdisciplinar – é preciso usar recursos terapêuticos para reduzir os fatores que levam pessoas a apresentar o desconfortável e desgastante distúrbio dos apertamentos dos dentes (bruxismo noturno, no qual a vilã é a musculatura em sua ação excessiva e não os dentes em si) durante o sono,

É preciso, informa Gerson Köhler, reduzir a intensidade dos apertamentos dos dentes causados pelo excesso de tensão noturna da musculatura mastigatória. E, apesar de que este assunto é estudado há muito tempo, tanto em odontologia quanto em medicina, começam a existir novos e modernos tratamentos odontológicos que possibilitam tratar a forma e as funções da boca – ai incluida a musculatura que a movimenta – para melhorar a qualidade do sono, minimizar seus desconfortos e aumentar seu bem-estar diurno e sua qualidade de vida.

As atuais condutas terapêuticas para evitar o bruxismo noturno já estão disponíveis, no Brasil, e podem fazer com que você se livre dos efeitos desconfortantes deste distúbio noturno – altamente pernicioso – que é o bruxismo do sono.

Como o bruxismo costuma estar associado, esclarece Juarez Köhler, a outros distúrbios do sono (tais como ronco e principalmente apneias e hipopneias obstrutivas), muitas vezes o tratamento das cefaléias tensionais matinais necessitam de tratamentos interdisciplinares (multiprofissionais) com outros especialistas médicos, principalmente aqueles ligados aos distúrbios do sono (Medicina do Sono).

O importante é que – para tratar os apertamentos dentários noturnos (por excesso de descarga de forças pela musculatura mastigatória) – já se sabe que é preciso suprimir o “reflexo do apertamento dos dentes”, prevenindo, entre outros detalhes a serem prescritos, o toque dos dentes posteriores durante o sono. Eliminando-se este toque, há uma inibição da ação do excesso de força de músculos tais como os masseteres e os temporais. E os nocivos e danosos ‘apertamentos dos dentes’ começam a ser suprimidos, podendo eliminar – ou minimizar – o seu resultado agressivo que é a dor de cabeça tensional sentida pela manhã.

Os benefícios destas terapêuticas neutralizadoras dos apertamentos dentários não se restringem, no entanto, apenas ao tratamento das cefaléias tensionais, mas interferem beneficamente também sobre desconfortos sentidos no pescoço, na face, na mandíbula e nas ATMs (articulações temporomandibulares), pois tudo costuma estar associado ao nocivo “ato de apertar os dentes à noite”, classificado – já não mais apenas como um problema exclusivamente dentário – mas sim como um dos inúmeros distúrbios do sono e – claro, finaliza Gerson Köhler – como uma das diversas causas da presença de cefaléias (dores de cabeça tensionais).

Se você está sofrendo com estes desconfortos tensionais e tendo seu bem-estar e qualidade de vida altamente prejudicados, procure, com a urgência necessária, por um especialista desta área especializada da Odontologia. Ele poderá proporcionar a você uma melhoria sensível em seu bem-estar diário e sua qualidade de vida.

Fontes:

– Gerson I. Köhler e Juarez Köhler, membros da Associação Brasileira de Sono e membros especialistas da ABOR – Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial, filiada a World Federation of Orthodontists – WFO – USA – kohler010@gmail.com e blog – kohlerortofacial.wordpress.com

– The International Classification of Headache Disorders, 3rd edition, 2013, publicado no períodico científico Cephalalgia, editado pelo Internacional Headache Society, USA

– Is Jaw Tension Causing Headache Pain, 2011, sep.

– See more at: http://www.blogizazilli.com/index.php/medicina/cefaleias-tensionais-matutinas-ligadas-ao-apertamento-noturno-dos-dentes#sthash.q3Ozo8hr.dpuf


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: