Posted by: kohlerortofacial | July 27, 2010

Gerson Köhler participará ao vivo do Programa Toda Tarde, não perca

Quinta-feira, dia 05, o ortodontista e ortopedista Gerson Köhler participará ao vivo do Programa Toda Tarde na TV Transamérica. O assunto é Emagrecendo pela mudança de hábito mastigatório, um  dispositivo intrabucal – dentro de um protocolo terapêutico médico-odontológico – ajuda a mastigar mais, comer menos e, por óbvio, emagrecer.
TV Transamérica – Canal 59 UHF
Programa: Toda Tarde
Data: 05/08 (quinta-feira)
Horário: 15:30
Entrevistado: O ortodontista e ortopedista Gerson Köhler
Assunto: Emagrecendo pela mudança de hábito mastigatório
Assista ao vivo pela internet: http://transamerica.tv.br/

Saiba um pouco sobre o assunto que será tratado: Durante as últimas décadas vem se acentuando a prevalência de sobrepeso nas pessoas. Isto está gerando uma atual ‘epidemia de obesos’. Como resultado deste aumento de peso, os estudos e pesquisas médicas testaram a eficiência e eficácia de numerosas estratégias de perda de peso.
Entre estas estão, farmacoterapia, modificação comportamental, cirurgia bariátrica, balão intra-estomacal, substituição do conteúdo de refeições e, inclusive, aparelhos utilizados na boca para reduzir a ingestão e melhorar a qualidade da mastigação dos alimentos.
Apesar desta diversidade de estratégias terapêuticas, existe algo que é básico e fundamental dentro do assunto: o que se consome como alimento, pois ele é a fonte primária de energia que ingerimos.
Exatamente por isto – e pelo fato de que o ato de alimentar-se pode sofrer condicionamentos voluntários, os hábitos alimentares podem, em princípio, ser modificados pela técnica da manipulação do comportamento das pessoas.
Uma das recomendações fundamentais dentro do assunto ‘modificação comportamental para perda de peso’ é reduzir a quantidade de alimento ingerido, o que começa pelo tamanho de cada bocado que se coloca na boca.
Esta estratégia – que em princípio parece depender somente da vontade de quem queira emagrecer – não é, no entanto, tão simples assim de ser levada a efeito.
Estudos médicos realizados recentemente na Holanda, na Universidade de Wageningen, mostraram que a relação entre a velocidade com se come e a quantidade de calorias consumidas estão diretamente relacionadas ao equilíbrio ponderal das pessoas. A constatação foi que comer devagar, colocando pequenas porções de comida na boca e mastigar por mais tempo, pode reduzir significativamente a ingestão de calorias e fazer com que – gradativamente – se vá perdendo o sobrepeso.
Isto entra, na verdade, em um conceito sobre alimentação, que já existe desde 1986, tendo começado na Itália. É o chamado “slow food” (alimentar-se devagar). Este é um conceito gastronômico que promove a conjugação do prazer de uma alimentação feita com consciência e com responsabilidade.
Então, comer devagar, com maior tempo de mastigação do alimento faz com que se possa perder peso. Comer rápido pode fazer com que se passe do ponto de saciedade, acarretando ingestão de energia desnecessária.
Neste sentido, a Odontologia, cuja missão em termos de saúde é cuidar exatamente das questões ligadas à boca, sempre esteve – entre outras especialidades médicas voltadas ao assunto ‘alimentação correta’ – ligada ao fato de que se deve mastigar muito bem e não abusar dos bocados que se colocam na boca a cada vez.
O processo de mastigação é fundamental e quanto mais tempo demorar, mais tempo terá o alimento para chegar, já homogeneizado pela ensalivação, ao estômago. A importância deste detalhe é que o cérebro terá tempo de receber os estímulos necessários para enviar a mensagem de saciedade a quem está se alimentando.
Então, a reeducação alimentar – no sentido de maior tempo de mastigação – é fundamental para um programa de saúde destinado àqueles que queiram perder peso que esteja em excesso. É questão de formar um novo hábito de mastigação. E a Odontologia já pode contribuir para que isto aconteça de modo mais fácil e efetivo, através da utilização de dispositivos intrabucais, dentro de um protocolo de tratamento em parceria com médicos nutrólogos ou endocrinologistas.
O assunto tem sido objeto de pesquisas em várias partes do mundo. Além da pesquisa holandesa, já citada, a revista científica Obesity Research, dos EUA, publicou recentemente um artigo de pesquisadores da Pennington Biomedical Research Center, da Lousiana State University, sobre o enfoque odontológico – através de um dispositivo intrabucal utilizado a cada refeição – para permitir a redução da ingestão de alimentos.
É um novo foco terapêutico que começa a ser utilizado também no Brasil. O dispositivo intrabucal – dentro de um protocolo terapêutico médico-odontológico – ajuda a mastigar mais, comer menos e, por óbvio, emagrecer.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: